Bruxos, bruxas, abóboras e sustos em Elona e Tyria

Nos últimos dias, o mundo do GW foi invadido pela comemoração do Halloween. Infelizmente, no ano passado, não assisti a um dos eventos que mais memórias deixou na comunidade e que mais impressionou os jogadores, só descobri Tyria algumas semanas depois do Halloween (está quase a fazer um ano!!!). Logo na altura, quando vi os screenshots e os filmes do Halloween, fiquei com pena de não participado. Este ano não podia perder…

As comemorações começaram no fim-de-semana, 6ª feira, e prolongaram-se até 4ª, dia 1 de Novembro. No entanto, estamos a 2 de Novembro e as decorações ainda estão presentes. Suponho que “limpem” os cenários das decorações de Halloween durante o dia de hoje e amnhã. E ainda bem… Não imaginam como Kamadan (Elona) e Lion’s Arch (Tyria) ficam impressionantes. Para mim, ainda foi mais porque cheguei a Kamadan pela primeira vez durante as festividades e o impacto foi em duplicado 🙂

Praça central de Kamadan

 

Lion’s Arch e o caldeirão gigante na praça central

Quando entrei em Kamadan pela primeira vez, fiquei impressionado pela escuridão do ambiente. Já tinha estado na cidade durante o World Preview Event e lembrava-me de uma cidade que honrava o título de “Jóia de Istan”, um dos reinos de Elona, “a terra do sol dourado”. Aliás, na cinemática que antecede a chegada a Kamadan, uma voz grave (se não é a do James Earl Jones, é de alguém MUITO parecido) lembra-nos que Elona é uma terra de sol e ouro. Portanto, já imaginam o impacto de chegar à cidade e encontrar escuridão acompanhada por uns gritos distantes e rugidos ou grunhidos de monstros (servem para ajudar no ambiente). Primeiro, pensei que fosse uma etapa da história, tipo :”no início, Kamadan está na fase das trevas e nós é que vamos ajudar a limpar estes espíritos maléficos que invadiram a nossa capital”. No entanto, as lápides funerárias que acolheram a minha chegada fizeram-me repensar… Percebi tudo quando olhei para o céu 🙂

A exploração da cidade demorou algum tempo, cada esquina revelava uma surpresa: abóboras e velas a derreter, fantasmas a voar, esqueletos pintados nas paredes, dragões, cavaleiros loucos e estranhos (pareciam saídos de um filme do Tim Burton), etc.

Grupo em Lion’s Arch aguarda a chegada do rei

 

Existem jogadores de toda a europa

A animar este cenário, o evento principal: o mad king! De terça para quarta (de 31 de Outubro para 1 de Novembro), o Mad King aparecia de 3 em 3 horas para fazer jogos e distribuir prendas. Como seria de esperar, a praça principal das festividades destacava-se não só pela decoração mas também pela presença constante de jogadores a dançar e a conversar. Com o aproximar da hora da visita, o número de presentes aumentava, terminando tudo numa enorme correria e concentração em torno do Mad King quando este aparecia para os jogos e anedotas.

O rei e os seus súbditos

A presença do Mad King proporcionava meia-hora de anedotas e jogos. As piadas já eram conhecidas da muitos dos presentes (algumasjá eram do ano passado, outros já conheciam as anedotas das visitas anteriores), deste modo, muitos presentes divertiam-se a insultar o Mad King ou a “falar” com ele, mesmo sabendo que ele não responderia. O momento alto da visita era o jogo Mad King Says: jogadores tinham de fazer o que o rei ordenava quando este utilizava a expressão “Mad King says…”. Ou seja, quando o rei dizia “Mad King says JUMP”, toda a gente tinha de escrever /jump na janela do chat para o avatar saltar. Quem cumprisse a ordem recebia uma prenda (um susto ou uma bebida alcoólica), quem não cumprisse morria durante uns segundos.

Um “susto”, uma das predas

Durante as piadas e anedotas, quem não risse no fim (/laugh) também era “morto”, fazendo com que o rei depois afirmasse qualquer coisa como “de uma forma ou de outra, as minhas piadas matam sempre a audiência” 😀 Voltando ao Mad King Says, de vez em quando, o rei dizia qualquer coisa como “Mad Kings orders JUMP”. Alguns incautos ou precipitados (só se faz o que é antecedido de Mad King Says) acabavam por morrer porque tinham saltado, originando uma barriga de riso nos restantes jogadores e uma invasão de “n00b” nos chats. Houve mesmo quem apelidasse o jogo de “n00b slaying time”, tal não era a quantidade de “perdedores” 😀 O momento de festa total (lembrava uma festa apoteótica no filme Matrix Revolutions…) era quando o Mad King dizia “Mad King says DANCE”!!!!

No final, os presentes, os que tinham estado diante da presença do Mad King recebiam a prenda mais desejada: um chapéu de bruxa ou uma abóbora para usar na cabeça. Quem estivesse em Lion’s Arch recebia uma abóbora,em Kamadan a oferta era um chapéu de bruxa.

No meu caso, o Nxaa recebeu um chapéu e a Raami e o Lennos ganharam abóboras. No entanto, devo confessar que o Lennos recebeu a prenda sem o meu auxílio 🙂 Ele ficou online na praça de Lion’s Arch enquanto eu dormia um sono retemperador 🙂 É preciso dizer que o Mad King surgia exactamente no mesmo momento/hora independentemente do continente onde os jogadores estavam. Na primeira vez, surgiu às 8am em GMT!!!! É que na “Califórnia” eram 0.00 e os americanos é que determinavam a hora de celebração do Halloween.

Um dos aspectos que mais me impressionou foi a quantidade de gente que estava presente quando o Mad King chegava. Neste imagem, pode-se ver que existiam 48 servidores ingleses a dar acesso à mesma cidade. O DK contou-me que numa das vezes existiam mais de 50 servidores alemães!!! Para ter uma noção, em regra, no hub europeu, os servidores ingleses são em maior número (funcionam como europeus para todas as nacionalidades que não têm servidores próprios), seguidos dos franceses, alemães, italianos e, em último, os espanhóis. Ou seja, milhares de pessoas…

Uma das prendas do Mad King, uma abóbora iluminada que dura apenas alguns segundos

 

A ingestão das bebidas alcoólicas em excesso provoca esta visão deformada

Advertisements

4 Responses to Bruxos, bruxas, abóboras e sustos em Elona e Tyria

  1. karen says:

    baaaaaaaaaaaaaaaa

  2. nafergo says:

    oi karen
    tb jogas gw?

  3. leonardo says:

    oi estou cançado de outros jogos quero jogar novos como esse

%d bloggers like this: