quinta sem celebridades

Há alguns dias atrás (confesso que já passaram umas semanas…), em conversa com a maria, surgiram umas questões interessantes em torno do prestígio dos jogadores de GW, ser reconhecido, etc. Uma das questões mais interessantes prendia-se com o contributo dos jogadores/autores para a GuildWiki. O que leva um jogador a contribuir/participar na Guildwiki? É o prestígio?

A GuildWiki é uma página web em formato wiki, exclusivamente dedicada ao jogo Guild Wars, com cerca de 14000 artigos (de acordo com a lista ordenada das 250 Wikipedias existentes nas várias línguas, se o Guild Wars fosse uma língua, os 14000 artigos da guildwiki permitiam-lhe ocupar o 44º lugar, tem mais artigos do que as Wikipedias em servocroata ou islandês ou albanês…) escritos por autores não identificados com informação relevante e útil apenas para quem joga GW. Podemos encontrar a informação dos guias oficiais, informação complementar à dos documentos oficiais e informação totalmente original. É sobretudo esta última que me interessa.

O “princípio da autoridade” legitima as informações ditas “oficiais”. Estas são oriundas da página da empresa que criou e gere o jogo ou dos manuais e textos por ela produzidos.

A informação original, que constitui a esmagadora maioria dos conteúdos disponibilizados, é escrita por jogadores, emerge da sua experiência directa ou experimentação, e está sob escrutínio permanente dos seus pares, podendo ser permanentemente corrigida e melhorada. É um esforço colectivo e colaborativo. Lembra-me Stevan Harnad e o seu “Scholarly Skywritting” como alternativa ao modelo “peer review”. Se calhar, a “academia” podia aprender e estimular mais projectos deste tipo. Falta saber se as editoras deixam…

O que motiva um indivíduo (ou um grupo) a escrever um artigo com cerca de 6000 palavras para explicar como construir um personagem com a profissão/especialidade de Minion Master (General minion master guide)? O que levará um indivíduo a construir uma build (especialidade de um personagem) como a de Boon prot, a explicar o conteúdo da build num texto com 1500 palavras? Não é o reconhecimento dos seus pares, os textos não têm um autor individual e não são “fechados”. Ou seja, o único autor reconhecido é o próprio colectivo ou comunidade e os textos publicados podem ser muito/pouco/nada alterados pelos restantes membros da comunidade a qualquer momento…

Para Kollock (1999), os indivíduos participam nas comunidades online por 3 razões: reciprocidade antecipada (dar para receber), aumento do reconhecimento (boa reputação) e sensação de eficácia (ser útil). Não sei se estas 3 razões esgotam as motivações mas parece-me claro que no caso da GuildWiki apenas é aplicável a última. Sobretudo porque as duas primeiras de algum modo exigem identificação do autor…

Se eu quiser sugerir uma nova build, uma combinação original de skills, a minha proposta fica sujeita à testagem e avaliação dos outros jogadores. É certo que ficarei muito satisfeito se o cabeçalho da página onde surge a minha proposta chegar a ostentar esta “coroa”:

This build has been successfully vetted by the GuildWiki community. The general consensus among users of GuildWiki is that this is a valid and viable build.

No entanto, serei o único a conhecer o nome do autor… Será o prazer de me sentir útil, importante? Será o prazer de contribuir para algo que me é útil (espécie de “reciprocidade posterior”)?

Kollock, P. 1999. “The Economies of Online Cooperation: Gifts and Public Goods in Cyberspace,” in Communities in Cyberspace. Marc Smith and Peter Kollock (editors). London: Routledge. – este texto anda por aí na net… é só googlar.

Advertisements

Comments are closed.

%d bloggers like this: