looks like it, may even feel like it but surely it’s not it

Regra geral, os mmorpg são jogados em servidores oficiais. Regra geral? Bem talvez não seja bem assim… O Guild Wars só “corre” em servidores oficiais mas os adeptos de World of Warcraft e Lineage 2 já arranjaram forma de fazer o jogo correr em servidores privados.

A principal vantagem de jogar em servidores privados é óbvia: é gratuito, não se paga mensalidade. Serve como a única forma de experimentar o jogo sem os limites de 10horas ou 15 dias (período de tempo típico das versões de demo) e sem pagar a devida mensalidade. Como resulta claro, estes servidores são ilegais e, em último caso, acontece isto.

No entanto, existem outros aspectos que me parecem interessantes…

A minha experiência nos servidores privados de L2 (é dessa experiência que conheço o site acima linkado 🙂 sugere que muitos dos servidores privados não aplicam a paidea original (as regras de funcionamento da mecânica do jogo), modificam a “rates” (“ratio” que define a quantidade de vezes que dropa um item ou dinheiro, por exemplo) que são elemento fundamental na mecância do jogo. Pelo que pude ver, não alteram o nível da representação, os jogadores querem tudo com a mesma aparência do original (cenários, avatares, etc.), mas diminuem a dificuldade, permitem “levelar” mais rapidamente,  permitem a mais pessoas aceder ao conteúdo “high level” (conteúdo a que só se pode aceder depois de o nosso char ter atingido um nível de evolução bastante avançado). Ou seja: looks like it, may even feel like it but surely it’s not it 😀

Quanto às desvantagens ou “downsize”: a instabilidade dos servidores (é relativamente comum o servidor não funcionar ou ir abaixo; pelo menos, mais comum do que nos servidores oficiais – os jogadores que pagam para jogar no oficial têm uma manutenção mais eficaz e permanente), o número inferior de jogadores (apesar de alguns servidores terem milhares de contas, existe maior dispersão dos jogadores; até posso descobrir que a uma dada hora existem mais jogadores a jogar em servidores privados do que nos oficiais mas estes servem de elemento agregador, “os oficiais” são únicos, e aqueles promovem a dispersão, existem imensos privados por onde os jogadores se distribuem) e a possibilidade de, a qualquer momento, o servidor ser “fechado”…

No entanto, não deixa de ser curiosa a necessidade/gosto de alguns jogadores de experimentar o jogo com “regras alteradas”. Por experiência própria, o que posso dizer é que não “sabe” a mesma coisa, se não custa tanto a obter não dá o mesmo prazer… Razão tem o Steven Johnson quando diz que é a dificuldade que dá prazer 🙂

Advertisements

One Response to looks like it, may even feel like it but surely it’s not it

  1. […] fecha servidor privado de Lineage 2 Já tinha referido aqui este caso mas quero juntar mais uma referência que entretando descobri: eis o press release do FBI […]

%d bloggers like this: