em Vabbi

Hoje cheguei finalmente a Vabbi. Um reino com palácio e jardins fabulosos… Andava com muita vontade de chegar a esta área, as imagens não enganavam: é lindo! Sei que cheguei ao Kodash Bazaar já muito tarde mas fiquei bastante surpreso com a quase ausência de jogadores… amanhã confirmo. É uma pena se uma das cidades mais bonitas do GW não é utilizada para comércio… e chama-se bazaar e tudo 😀 Estes locais lembram-me Al Alhambra (em Granada) e a arquitectura muçulmana durante o período medieval. Os jardins suspensos da Babilónia também foram fonte de inspiração…

 

 

 

Advertisements

2 Responses to em Vabbi

  1. Fabio Serod Pt says:

    Depois de ver as fotos as semelhanças sao incriveis, eu ainda “sou do tempo” em que Kodash Bazaar era o sitio mais indicado para comprar e vender pedras preciosos(ruby,saphire,diamond) e lucrava tanto ou mais do que a vender ectos
    Bons velhos tempos ja la vao, agora sao as principais cidades que estao cheias e as mais belas vazias…Ate sitios como o Domain of Anguish (que so pelo nome diz tudo sobre a sua beleza) consegue ter muito mais gente do que estas cidades.
    Se umas cidades nao dao tanto lucro como outras e natural que acabem por ser esquecidas pelos jogadores
    Abraço

  2. nafergo says:

    Afinal no dia seguinte, a horas mais “saudáveis” 🙂 já havia mais gente. Mesmo assim, pareceu-me haver pouca gente quando comparado com Kamadan, Sunspear Sanctuary, etc. É pena… devia ser um dos locais “centrais” 🙂
    O factor económico é importante mas há cidades que acabam por ter uma população numerosa sem que o lucro seja a principal explicação…

    – Lions Arch, Shing Jea/Kaineng, Kamadan: a Arena.net organiza lá eventos, festividades, atribuindo aos espaços algum relevo e prestígio.

    – Kamadan e Shing Jea: são “locais de partida”, os novos char começam ali e é normal existir mistura de low lvl e high lvl (vão ajudar alguém, vão vender itens aos low lvl, etc.)

    – Kamadan e Kaineng: são capitais, os recém-chegados aos continentes têm de passar por lá, muitas quests começam ou acabam lá.

    – House zu Heltzer e Cavalon: são capitais de regiões, semelhante a Kaineng mas mais restrito. Algum farming tb por aquelas zonas.

    – existem alguns locais com população “específica” para farmar algo específico 🙂 por exemplo, em Ventari’s refuge existem sobretudo “totem axes farmers”.

    Kaineng é uma cidade interessante: não é o local de partida/início para novoschars (embora seja o porto de chegada para quem venha de outro continente e para quem começa a exploração de Cantha); não existe perto nenhum ponto económico de interesse (os que existem perto estão mais próximos de outros outposts); arquitectura é imperial (maior cidade e mais imponente de toda Cantha?). É, claramente, o sítio para fazer comércio… porquê?

%d bloggers like this: