Algumas notas sobre o Oblivion

Em primeiro lugar, Oblivion é um dos melhores jogos que alguma vez joguei…Vai levar muitos meses (sim, eu demoro a avançar… já comprei a casa com ajuda de meios poucos “honestos”, agora quero explorar.. :D) e muitas noites a desbravar.

Qualidade gráfica soberba, bastante liberdade de acção, personagens interessantes, história envolvente, momentos de suspense e sustos (aqueles ambientes nas dungeons…), personagens que evoluem e que modificam o seu comportamento (podem estar mais simpáticos ou menos simpáticos… quando querem comprar/vender items isso faz muita diferença), podem comprar casa, mobília, cavalo 🙂 Enfim, impossível não gostar (se gostarem de Fantasia Medieval) mas pode ser de aprendizagem algo complexa para quem não está habituado ao género…

O que falta para ser perfeito? Ser um mmorpg… preciso de andar pelos castelos e vilas e ver pessoas a andar, pessoas a conversarem… preciso de saber que estão lá pessoas. O jogo simula bem a existência de outros jogadores, de outras pessoas, os NPCs falam entre si, deslocam-se com intenção (saem de casa, vão à loja, voltam para caa, etc…), existe um tempo realista (acontece frequentemente irmos a uma casa de um personagem e termos de esperar por ele) mas falta algo… sente-se que faltam lá pessoas… O “alone together” faz muito sentido.

Advertisements

Comments are closed.

%d bloggers like this: